Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Se Trump sair do tratado, Rússia admite atingir países aliados dos EUA

BRENDAN SMIALOWSKI/GETTY IMAGES

O Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermédio foi assinado pelos dois países em 1987 e prevê que tanto os EUA como a Rússia eliminem mísseis balísticos e de cruzeiro

Trinta e um anos depois, o Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermédio, assinado entre os EUA e a Rússia, pode estar em risco. Primeiro, Donald Trump lançou a possibilidade de retirar o país do acordo. Agora, Vladimir Putin respondeu de volta e admitiu retaliar caso os EUA prossigam com esta intenção. Mas o alvo não vão ser os norte-americanos.

“Se o tratado for destruído, não sairemos sem dar resposta. Como militar profissional, temos de entender que o alvo para a retaliação russa não vão ser os EUA mas os países onde os mísseis de alcance intermédio”, disse Valery Gerasimov, chefe de Estado Maior do Exército, num encontro militar em Moscovo, esta quarta-feira, segundo a Bloomberg.

Já o Presidente russo sublinhou que o tratado apenas restringe os EUA e a Rússia de produzirem este tipo de armamento, no entanto não impede outros países de o fazer. “Aparentemente os nossos parceiros americanos consideram que a situação mudou tanto que os EUA têm de ter armas como estas”, referiu Putin, citado pela agência de notícias Interfax. “Qual será a nossa resposta? É simples - nesse caso, também o faremos.”

Já em outubro, Trump admitiu sair do acordo e, esta terça-feira, os EUA deixaram a garantia de que dentro de 60 dias ia sair do entendimento caso a Rússia continuasse com as alegadas violações. A acusação foi negada por Moscovo, que assegurou estar a cumprir o que foi definido e acusou Washington de estar a tentar pôr as culpas na Rússia.

Esta também não a primeira vez que a Rússia ameaça atingir países europeus que alojem armamento norte-americano.

O Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário foi assinado em 1987 e prevê que tanto os EUA como a Rússia eliminem mísseis balísticos e de cruzeiro com alcance entre os 500 e os 5500 quilómetros.