Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Sobe para quatro o número de mortos em tiroteio em hospital de Chicago

KAMIL KRZACZYNSKI/GETTY IMAGES

De acordo com as autoridades, o tiroteio começou fora do hospital com uma "discussão verbal" no estacionamento entre pessoas que se conheciam

As autoridades norte-americanas elevaram para quatro o número de mortos na sequência de um tiroteio ocorrido na segunda-feira num hospital de Chicago, no estado do Illinois, nos Estados Unidos.

O último balanço apontava para dois mortos, um polícia e o suspeito autor do tiroteio.

O mayor de Chicago, Rahm Emanuel, confirmou entretanto a morte de dois funcionários que se encontravam em estado crítico, um médico e um assistente farmacêutico.

De acordo com as autoridades, o tiroteio começou fora do hospital com uma "discussão verbal" no estacionamento entre pessoas que se conheciam.

A informação inicial sobre o incidente foi avançada pela polícia cerca das 15h30 locais (21h30 em Lisboa).

A estação televisiva CNN, que cita fontes policiais, identificou o atacante como um homem com 32 anos.