Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Confirmado primeiro caso de dengue autóctone na Catalunha e sexto em Espanha

Os responsáveis pela saúde pública atribuem essa situação a dois fatores: as alterações climáticas, que trouxeram uma espécie transmissora - o mosquito tigre -, e a globalização, que provocou um aumento do turismo em áreas onde a doença é endémica

Os serviços de saúde pública da Catalunha confirmaram esta sexta-feira o primeiro caso de dengue contraído nesta região, o de um jovem de Barcelona que não viajou para qualquer área endémica ou outro lugar em Espanha.

Segundo as autoridades de saúde, a pessoa em causa foi infetada pela picada de um mosquito tigre portador da doença, tratando-se do sexto caso de “dengue autóctone” detetado em Espanha.

O responsável pela saúde pública no Governo regional catalão, Joan Guix, explicou em conferência de imprensa que o caso foi confirmado em 8 de novembro último e assegurou que não há motivo para alarme. "Preocupa-nos, mas consideramos que o risco é baixo", disse Joan Guix citado pela agência Efe.

Os responsáveis pela saúde pública atribuem essa situação a dois fatores: as alterações climáticas, que trouxeram uma espécie transmissora - o mosquito tigre -, e a globalização, que provocou um aumento do turismo em áreas onde a doença é endémica.

Este caso não está relacionado com os outros cinco verificados em Espanha, embora todos sejam atribuídos à picada de um mosquito tigre que previamente já tinha picado outra pessoa portadora do vírus, a única possibilidade de contrair o dengue autóctone.

O doente que já está em fase de recuperação teve os primeiros sintomas – mal-estar, febre, dor de cabeça e erupções – entre 16 e 18 de outubro, tendo-se diagnosticado uma infeção viral e, depois de uma bateria de análises, confirmou-se que se tratava de um caso de dengue.

Segundo o responsável regional, já foram diagnosticados 52 casos de dengue este ano na Catalunha, todos com o mesmo quadro clínico, que apesar de ser o mais clássico representa 17% da totalidade.

O dengue é uma doença produzida por um vírus (flavivirus) que geralmente tem efeitos ligeiros e que se transmite por picada de mosquitos infetados, e não de pessoa a pessoa.

O único vetor que pode transmitir o vírus em Espanha é o ‘Aedes albopictus’ (mosquito tigre), muito propagado em Espanha, particularmente no litoral mediterrânico.