Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Número de desaparecidos em incêndio no norte da Califórnia sobe para mais de 300

Justin Sullivan/Getty Images

Gabinete do xerife de Butte divulgou uma lista com 130 nomes de pessoas desaparecidas na noite de quarta-feira, mas já hoje o número passou para mais de 300, apesar de as autoridades admitirem que a lista pode ter nomes que pessoas que escaparam ilesas

As autoridades norte-americanas anunciaram nesta quinta-feira que existem mais de 300 pessoas desaparecidas devido ao incêndio em Paradise, no norte da Califórnia, que causou pelo menos 56 mortos.

O gabinete do xerife de Butte divulgou uma lista com 130 nomes de pessoas desaparecidas na noite de quarta-feira, mas já hoje o número passou para mais de 300, apesar de as autoridades admitirem que a lista pode ter nomes que pessoas que escaparam ilesas e apenas não conseguiram contactar as autoridades ou familiares. A maioria dos desaparecidos reside na vila de Paradise, no norte da Califórnia, com cerca de 27 mil habitantes, local onde as chamas destruíram mais de sete mil casas e dezenas de edifícios comerciais e outras estruturas.

Este incêndio no norte da Califórnia já causou pelo menos 56 mortos, com as autoridades a empenharem mais de 450 elementos das organizações de socorro nas buscas. O incêndio em Paradise é o mais mortífero na história da Califórnia desde que existem registos. Antes deste incêndio, o mais mortífero na região tinha sido em 1933 em Griffith Park, em Los Angeles, que matou 29 pessoas.

O número total de mortos em incêndios na Califórnia aumentou para 59, um número que incluiu também as três vítimas mortais de um incêndio que lavra em Malibu, no sul deste Estado, com as autoridades a afirmarem que não existem desaparecidos nesta zona.

Os incêndios deflagraram na semana passada no sul e no norte do Estado da Califórnia e rapidamente avançaram em várias frentes, alimentados por ventos fortes, destruindo dezenas de milhares de edifícios e obrigando ao encerramento de escolas, ao corte de estradas e à evacuação de localidades inteiras.