Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Catalunha põe em xeque o Governo central

Protesto contra o encarceramento dos políticos independentistas catalães, este mês, em Barcelona

FOTO SUSANNA SAEZ/epa

Sánchez sorri aos separatistas. Justiça acusa-o de ingerência

Angel Luis de la Calle

Angel Luis de la Calle

Correspondente em Madrid

Durou quatro horas e 59 minutos a República catalã proclamada a 27 de outubro de 2017: da declaração de independência do parlamento regional à suspensão do governo autónomo por aplicação do artigo 155º da Constituição, decidida pelo então primeiro-ministro Mariano Rajoy. O próximo capítulo da saga abre-se em janeiro de 2019, com o julgamento dos políticos envolvidos no processo. A sentença é esperada para antes do verão.

Para continuar a ler, clique AQUI