Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Pelo menos 25 soldados turcos feridos e sete desaparecidos em “acidente” de artilharia

No total, 25 militares foram hospitalizados devido a ferimentos, cuja gravidade não foi precisada e enquanto as autoridades procuram localizar sete soldados dados como desaparecidos, acrescentando que foi aberto um inquérito

Pelo menos 25 soldados turcos foram nesta sexta-feira feridos e sete estão desaparecidos após a explosão "acidental" de um obus de artilharia numa base militar do sudeste da Turquia, anunciaram as autoridades. Em comunicado, o Ministério da Defesa explicou que o "acidente" ocorreu "quando era disparado um tiro de arma pesada" na base militar de Süngü Tepe, província de Hakkari, perto das fronteiras com o Iraque e Irão.

No total, 25 militares foram hospitalizados devido a ferimentos, cuja gravidade não foi precisada e enquanto as autoridades procuram localizar sete soldados dados como desaparecidos, acrescentando que foi aberto um inquérito. Em comunicado, os responsáveis pelo governo regional de Hakkari referiram que "uma munição defeituosa" explosão durante "um tiro de artilharia".

O sudeste da Turquia, de maioria curda, confronta-se há várias décadas com uma rebelião do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), que pretende o reforço dos direitos da população curda da Turquia e é considerado "terrorista" por Ancara e aliados ocidentais. Os confrontos já provocaram perto de 40.000 mortos desde o início da rebelião armada, em 1984.

A Turquia também bombardeira com regularidade as bases recuadas do PKK no norte do Iraque. Após uma breve trégua, os combates intensificaram-se a partir de 2015, comprometendo as esperanças de uma solução pacífica deste conflito.