Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Cinco mortos na Califórnia onde três incêndios lavram descontrolados

STEPHEN LAM/REUTERS

A localidade de Paradise foi arrasada e nos arredores de Los Angeles milhares de pessoas estão a ser retiradas à pressa, à medida que as chamas avançam, alimentadas pela secura dos terrenos e pelo vento muito forte

Em menos de 24 horas, um incêndio declarado na manhã desta quinta-feira no norte da California, nos EUA, arrasou a localidade de Paradise, destruindo casas, igrejas e escolas, sem que tenha sido possível travar a progressão das chamas. As notícias mais recentes falam ainda em mais dois fogos, também de proporções preocupantes, a lavrar nos arredores de Los Angeles.

O maior dos incêndios está a ser designado como Camp Fire e obrigou à retirada de perto de 30.000 pessoas, devorando até agora mais de 8.000 hectares. Mas também nos condados de Los Angeles e Ventura foi declarado o estado de emergência, estando a ser evacuados os lugares mais ameaçados, entre os quais partes da cidade costeira de Malibu e a cidade de Chico, com cerca de 90.000 habitantes e para onde as chamas estão a avançar.

O Departamento de Bombeiros do Condado de Los Angeles escreveu na rede social Twitter que as chamas se dirigem para o oceano, terminando a mensagem com o aviso de “ameaça iminente!”.

Há, para já, registo de cinco vítimas mortais, avança o “The New York Times”. Os corpos carbonizados foram encontrados dentro de um veículo em Butte County, temendo-se a existência de outros casos, já que, em desespero, muitos são os habitantes a decidirem entrar nos carros para tentar escapar, acabando encurralados pelo fogo. As autoridades assinalam a existência de vários desaparecidos e um número indeterminado de pessoas queimadas com gravidade.

A secura dos terrenos e o vento a soprar com rajadas na ordem dos 80 km/hora estão a dificultar as operações, informou o Departamento Florestal e de Proteção contra Incêndios do estado, Calfire.