Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Eleições nos Estados Unidos. Dennis Hof foi eleito para assembleia do Nevada... mas morreu em outubro

Bloomberg/Getty Images

Hof, proprietário de vários bordéis legais no Nevada, entre eles o Rancho das Coelhinhas, morreu há menos de um mês aos 72 anos. Ainda assim, o republicano ganhou a corrida à democrata Lesia Romanov no distrito 36 daquele estado

A ressaca das intercalares norte-americanas conta várias histórias e traz novidades. À boleia do editor de Internacional do Expresso (AQUI), Pedro Cordeiro, ficámos a saber que o Congresso dos Estados Unidos terá as primeiras representantes muçulmanas, assim como terá a primeira negra eleita pelo Massachusetts ou a primeira homossexual eleita no Kansas, por exemplo. Em paralelo, estas eleições têm a capacidade de contar outras histórias, menores mas curiosas, como esta: Dennis Hof, que morreu em outubro, foi eleito para uma assembleia distrital do Nevada, conta o “New York Post”.

Hof, proprietário de vários bordéis legais no Nevada, entre eles o Rancho das Coelhinhas, morreu há menos de um mês, aos 72 anos. Ainda assim, o republicano ganhou a corrida, no distrito 36 do estado do Nevada, à democrata Lesia Romanov (68,3% vs. 32%). De acordo com os censos de 2010, o distrito 36 conta com quase 65 mil habitantes.

O timing da morte de Hof não possibilitou a mudança nos boletins de voto. Foram colocados avisos nos locais onde os eleitores iam votar, mas isso não bastou para que fosse esquecido. Para tal, em muito contribuiu a atitude do Partido Republicano, que continuou a fazer campanha e apelou ao voto em Hof – no fundo para aquela cadeira não ficar ocupada por um democrata, explica o “The Nevada Independent”.

O lugar de Hof será declarado vago e iniciar-se-á o processo de substituição do candidato eleito.