Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Barack Obama: “A mudança de que precisamos não virá apenas com esta eleição. Mas é um começo”

Bloomberg/GETTY

Ex-Presidente norte-americano congratula-se com o facto de o Partido Democrata ter retomado o controlo da Câmara dos Representantes e alerta que é “preciso continuar o trabalho” rumo à recuperação dos valores dos EUA

Barack Obama manifestou-se satisfeito esta quarta-feira com os resultados das eleições intercalares, que revelaram o regresso do controlo da Câmara dos Representantes por parte do Partido Democrata. “O nosso trabalho continua. A mudança de que precisamos não virá apenas de uma eleição – mas é um começo”, afirmou o ex-Presidente dos EUA num comunicado.

Os eleitores norte-americanos disseram 'sim' na terça-feira a essa mudança, defendeu Obama, sustentando que é “preciso continuar o trabalho” rumo à recuperação dos valores dos Estados Unidos. “Estou esperançoso de que, no futuro, começaremos a regressar aos valores que esperamos ter na nossa vida pública – honestidade, decência, compromisso e defesa uns dos outros como americanos, não separados pelas nossas diferenças, mas unidos por um credo”, acrescentou o antigo governante, sem nunca mencionar Donald Trump.

Elogiando a afluência às urnas, o ex-Presidente dos Estados Unidos realçou a vitória de vários candidatos democratas “competindo em lugares onde o partido não é competitivo há muito tempo e elegendo números recorde de mulheres e jovens veteranos do Iraque e do Afeganistão, uma onda de candidatos minoritários, e uma série de jovens líderes”. Para Obama, “quanto mais americanos votam, mais os líderes eleitos se parecem com a América”.

Dirigindo-se aos eleitores norte-americanos, o antigo Presidente dos EUA agradeceu os votos que demonstraram confiança em várias iniciativas eleitorais que, na opinião de Obama, “melhorarão as vidas dos americanos - como aumentar o salário mínimo, alargar o Medicaid (o plano de saúde social dos Estados Unidos) e reforçar os direitos de voto”.

Barack Obama alertou este fim de semana para a importância das eleições intercalares, numa altura em que o país se encontra numa “encruzilhada” face aos valores democráticos. “Vamos votar. É o caráter do país está em jogo na próxima terça-feira.”