Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Detidas seis pessoas por suspeita de planearem ataque “violento” contra Macron

Gonzalo Fuentes/Reuters

Os suspeitos - cinco homens e uma mulher - não foram identificados, tendo as autoridades francesas aberto uma investigação

Seis pessoas foram detidas em França, por suspeita de estarem a planear um ataque “violento” contra o Presidente Emmanuel Macron, adiantaram esta terça-feira as autoridades do país.

Na sequência da operação policial foi aberta uma investigação por “associação terrorista criminosa”, mas desconhecem-se mais pormenores sobre o plano em questão ou sobre os suspeitos.

Os indivíduos, identificados apenas como sendo cinco homens e uma mulher, terão sido vigiados pela agência de segurança interna francesa e foram detidos nas regiões do leste francês de Moselle e Isère e na região norte de Ile-et-Vilaine.

A informação foi divulgada no dia em que Macron cumpriu um pelos campos de batalha no norte de França, assinalando o centenário do Armistício da Primeira Guerra Mundial.

No ano passado, um homem de 23 anos foi acusado de conspirar para matar Macron na parada do Dia da Bastilha, no dia 14 de julho.