Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Síria. Primeira ajuda humanitária desde janeiro chega a campo de deslocados

AYHAM AL-MOHAMMAD/GETTY

A operação de distribuição deverá prolongar-se por três a quatro dias no campo de Rokbane, no sudeste da Síria

As Nações Unidas e a Cruz Vermelha começaram este sábado a entregar ajuda humanitária a cerca de 50 mil deslocados num campo da Síria, perto da fronteira com a Jordânia, anunciaram as duas organizações.

Trata-se da primeira ajuda entregue desde janeiro, no campo de Rokbane, no sudeste da Síria.

A operação de distribuição deverá prolongar-se por três a quatro dias, acrescentam as organizações.

Desde outubro, já morreram duas crianças – um bebé de cinco dias e um de quatro meses – naquele campo, devido a falta de cuidados, segundo a Unicef.

"As Nações Unidas e a Cruz Vermelha síria vão fornecer ajuda humanitária a 50 mil pessoas" no campo Rokbane, refere um comunicado da ONU.

O coordenador da ajuda humanitária da ONU na Síria, Ali Zaatari, declarou que a organização disponibiliza "ajuda alimentar, sanitária e de higiene, em cooperação com a Cruz Vermelha síria".

"Conduzimos também uma campanha de vacinação de urgência para proteger cerca de 10 mil crianças contra a rubéola e a poliomielite", acrescenta.

Este é o primeiro comboio de ajuda humanitária da Cruz Vermelha síria a deslocar-se ao campo de Rokbane "depois da obtenção de garantia de segurança de todas as partes" envolvidas no conflito, salienta o presidente da organização, Khaled Hboubati.

O comboio de ajuda humanitária é composto por 78 camiões de "produtos alimentares e sacos de farinha, vestuário para criança, 'kits' de higiene e medicamentos", especifica a Cruz Vermelha.