Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Novos ministros brasileiros confirmam liderança populista

RODOLFO BUHRER

Estreia. Novos ataques à imprensa e nomeação do juiz Moro para ministro da Justiça marcam a primeira semana do novo Presidente

Na sua primeira semana como Presidente-eleito, Jair Bolsonaro deu sinais de querer governar à margem dos partidos tradicionais e, sem despir a pele de candidato, não resistiu a entrar em polémicas. Além disso, os três principais grupos que o apoiam — a família, os economistas liberais e os militares — estão longe de falar a uma só voz.

O convite ao juiz Sérgio Moro para o superministério da Justiça foi o quinto nome a ser conhecido das escolhas de Jair Bolsonaro para a sua equipa governativa, além dos titulares da Defesa, general Augusto Heleno, da Ciência e Tecnologia, o tenente-coronel e primeiro astronauta brasileiro Marcos Pontes, da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, ex-deputado pelos Democratas (DEM).

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para descarregar as edições para leitura offline)