Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Aberta investigação sobre acusações de antissemitismo no Partido Trabalhista

Líder dos Trabalhistas britânicos, Jeremy Corbyn

OLIVIER HOSLET/EPA

O Partido Trabalhista já se mostrou disponível para colaborar com os investigadores, afirmando que “tem um sistema forte para investigar queixas de supostas violações das regras”

As autoridades britânicas abriram uma investigação criminal às acusações de antissemitismo no Partido Trabalhista, o principal partido da oposição no Reino Unido, anunciou hoje a Scotland Yard.

Em comunicado, a polícia informou que recebeu um "dossiê com documentos após uma entrevista à Rádio LBC" e abriu uma investigação "sobre algumas das alegações contidas nesses documentos".

"O conteúdo foi abalizado por agentes especializados" e "foi aberta uma investigação criminal sobre algumas das alegações contidas nesses documentos", disse a Scotland Yard.

Um dossiê do Partido Trabalhista com 45 casos, incluindo mensagens de ódio postadas por membros do partido nas redes sociais, foi entregue na rádio LBC.

A rádio acabou por entregar o dossiê à chefe da Scotland Yard, Cressida Dick.

O Partido Trabalhista já se mostrou disponível para colaborar com os investigadores, afirmando que "tem um sistema forte para investigar queixas de supostas violações das regras" do partido por membros seus.

"Qualquer pessoa que se julgue vítima de um delito deve denunciá-lo à polícia", diz o partido, que passou os últimos meses defendendo-se de acusações de antissemitismo.