Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Suspeito da morte de jornalista búlgara detido na Alemanha

HANDOUT/ Reuters

O indivíduo, sobre o qual não foram revelados detalhes, foi detido na noite de terça-feira na Alemanha, para onde fugiu depois de ter alegadamente assassinado Viktoria Marinova

Helena Bento

Helena Bento

Jornalista

As autoridades alemãs confirmaram esta quarta-feira que foi detido um homem suspeito de ter violado e assassinado a jornalista búlgara Viktoria Marinova.

O indivíduo, sobre o qual não foram revelados detalhes, foi detido na noite de terça-feira na Alemanha, para onde fugiu depois de ter alegadamente assassinado a jornalista em Ruse, no norte da Bulgária. Não se conhecem ainda as razões por trás do homicídio mas as autoridades continuam a excluir a hipótese de Viktoria Marinova ter sido morta por causa da sua profissão.

“Nesta fase, não consideramos que o assassínio esteja relacionado com a atividade profissional da vítima”, afirmou o procurador-geral, Sotir Tsatsarov, acrescentando que o suspeito, nascido em 1997, era já procurado pelas autoridades pelos crimes de homicídio e violação.

Viktoria Marinova, de 30 anos, trabalhava numa cadeia de televisão local. a TVN, e tinha recentemente denunciado alegados casos de uso fraudulento de fundos comunitários na Bulgária. Foi morta no sábado e o seu corpo foi encontrado num parque da cidade de Ruse, com sinais de agressão na cabeça, estrangulamento e violação.

Viktoria Marinova é a terceira jornalista a ser assassinada no espaço de um ano na Europa, depois da morte do repórter Jan Kuciak na Eslováquia, em fevereiro, e da jornalista de Malta Daphné Caruana Galizia, em outubro de 2017.

  • Violada e assassinada. Victoria Marinova é a 44.ª jornalista morta em 2018

    Jornalista, 30 anos. Estava envolvida numa investigação que denunciava uma alegada fraude com fundos europeus e políticos búlgaros. Foi assassinada. Não há suspeitos nem certezas de que foi o seu trabalho que motivou a sua morte. Mas há suspeitas. Victoria Marinova é a 2.ª jornalista morta na Europa este ano, a 4.ª em pouco mais de um ano