Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

“Apoie o casamento gay”. O caso do bolo da discriminação vai ao Supremo Tribunal

picture alliance/Getty

Gareth Lee encomendou um bolo com a imagem do Egas e do Becas - personagens da Rua Sésamo - e, com a frase “apoie o casamento gay”

Gareth Lee é um ativista pelos direitos LGBT. Foi à pastelaria Ashers Bakery e encomendou um bolo: queria uma cobertura com a imagem do Egas e do Becas - personagens da Rua Sésamo - e, por cima a frase “apoie o casamento gay”. Mas não conseguiu. O pasteleiro recusou fazê-lo, justificando que ia contra as suas crenças religiosas. Gareth Lee sentiu-se discriminado e fez queixa da pastelaria. Passaram quatro anos e esta quarta-feira, depois de todas os recursos esgotados, o caso vai ser decidido pelo Supremo Tribunal de Justiça da Irlanda do Norte, em Belfast.

O que a última instância judicial do país vai ter de decidir é se a pastelaria decidiu mal ao recusar fazer o bolo. O caso aconteceu em maio de 2014 e só dois anos e cinco meses depois o Tribunal decidiu que houve, de facto, discriminação para Gareth Lee. A defesa da Ashers Bakery, refere a BBC, assegura que o ativista fez a encomenda num tom provocatório. Já a acusação diz que Gareth Lee nada sabia sobre as crenças dos pasteleiros quando fez a encomenda.

“Isto foi um incidente relativamente pequeno na sua vida que acabou por se tornar em algo enormemente significante e continua a sê-lo. É um fardo pesado para uma só pessoa aguentar”, disse Robin Allen, da defesa de Lee ao jornal “The Irish Times” em maio deste ano.

A decisão tomada esta quarta-feira deve ser a final no caso. A Irlanda do Norte continua a ser o único local do Reino Unido em que o casamento gay não é legal e a recusa acabou por ser tomada na opinião pública como um impedimento à liberdade de expressão do ativista.

No mês passado, o autor da Rua Sésamo confirmou aquilo de que já há muito se desconfiava: Egas e Becas são “um casal apaixonado”. Uma informação que foi alterada depois pela produtora do programa infantil: “são bons amigos”.