Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Novo balanço: Sismo no Haiti provocou 15 mortos e 333 feridos

HECTOR RETAMAL/GETTY IMAGES

O diretor da Proteção Civil, Jerry Chandler, afirmou que as equipas de socorro estão no terreno e apelou aos cidadãos para estarem “vigilantes em caso de novos sismos”

O número de mortos no Haiti, devido ao sismo que ocorreu no sábado, subiu para 15, existindo ainda 333 feridos, anunciou hoje a Proteção Civil local, referindo que cerca de sete mil casas foram destruídas.

Em Port-de-Paix, no departamento do noroeste do Haiti e o local mais próximo do epicentro do sismo de magnitude 5,9, morreram nove pessoas, enquanto outras cinco morreram em Gros Morne, no departamento de Artibonite, e uma em Saint-Louis du Nord.

O diretor da Proteção Civil, Jerry Chandler, afirmou que as equipas de socorro estão no terreno e apelou aos cidadãos para estarem "vigilantes em caso de novos sismos".

Jerry Chandler salientou que está consciente da vulnerabilidade do país e da fragilidade das suas infraestruturas, e salientou que o Haiti tem que "se preparar melhor", referindo que está a trabalhar com vários ministérios para "lutar contra as más construções".

"O problema é muito grande e existe em todo o país, temos de resolvê-lo, mas não é fácil", afirmou.

Já o porta-voz do Governo, Eddy Jackson Alexis, reconheceu que a situação é "complicada" e que as autoridades se estão a esforçar para "responder e ajudar as pessoas" afetadas pelo sismo.

O epicentro do sismo que correu no sábado foi registado na costa noroeste, a 20 quilómetros a norte de Port-de-Paix e a 175 quilómetros da capital, a uma profundidade de 15,3 quilómetros, segundo informou o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS).

Em menos de 24 horas, um outro sismo de 5,2 na escala de Richter foi registado num local muito próximo do anterior, a 16 quilómetros de Port-de-Paix.

Este sismo é um dos mais fortes que o Haiti sofreu depois de 12 de janeiro de 2010, quando um sismo de magnitude 7 na escala Richter causou mais de 300 mil mortes, um número similar de feridos e causou a destruição quase total da capital, Port-au-Prince.

  • Novo sismo de 5,2 no noroeste do Haiti

    O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), que regista a atividade sísmica em todo o mundo, localizou o epicentro do novo sismo a 15,8 quilómetros a noroeste de Port-de-Paix, a cidade mais atingida pelo sismo de 5,9, no dia anterior