Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Interpol pediu ajuda a Pequim para encontrar presidente desaparecido

Hongwei Meng, presidente da Interpol na China

INTERPOL / HANDOUT

A Interpol endereçou um pedido formal às autoridades chinesas para obter informações sobre o desaparecimento de Hongwei Meng, presidente na China daquela organização policial internacional, que inclui 192 países membros.

A Interpol endereçou um pedido formal às autoridades chinesas para obter informações sobre o desaparecimento de Hongwei Meng, presidente na China daquela organização policial internacional, que inclui 192 países membros.


A organização policial, com base em Lyon (França), informou hoje ter solicitado, através de canais oficiais, informações às autoridades da China sobre a "situação do presidente da Interpol".


"A secretaria-geral aguarda com expectativa uma resposta oficial das autoridades da China sobre as preocupações com o bem-estar do presidente", lê-se na nota divulgada no site da organização.


A mulher de Meng referiu ter perdido o contacto com o marido, desde que este deixou a cidade francesa no final de setembro rumo à China.
Em França foi lançada também uma investigação, com as autoridades a indicarem que Meng, 64 anos, embarcou e chegou à China.