Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Kavanaugh esteve envolvido numa alteracação num bar em 1985 e foi interrogado pela polícia

EPA/TOM WILLIAMS/POOL

A vítima, identificada como Dom Cozzolino, “estava a sangrar da orelha direita” e foi tratada num hospital, segundo o relatório policial. Um dos amigos envolvidos negou a acusação, enquanto Kavanaugh não quis “dizer se atirou gelo ou não”. Os contornos do incidente foram mencionados pela primeira vez no domingo por um dos colegas de faculdade do juiz proposto por Trump para o Supremo Tribunal

O juiz indicado pelo Presidente Trump para o Supremo Tribunal dos EUA, Brett Kavanaugh, esteve envolvido numa altercação num bar em que foi acusado de atirar gelo contra um homem. O incidente, ocorrido em setembro de 1985, durante o primeiro ano de Kavanaugh em Yale, levou ao interrogatório deste e de mais quatro homens pelo Departamento da Polícia de New Haven.

De acordo com o relatório policial, a que o jornal “The New York Times” teve acesso e que é citado na edição desta terça-feira do diário, Kavanaugh não foi preso apesar de um homem de 21 anos o ter acusado de lhe ter atirado gelo “por alguma razão desconhecida”. Uma testemunha disse que Chris Dudley, amigo de Kavanaugh, atirou em seguida um copo que atingiu o homem na orelha.

A vítima, identificada como Dom Cozzolino, “estava a sangrar da orelha direita” e foi tratada num hospital. Ainda segundo o relatório, Dudley negou a acusação, enquanto Kavanaugh não quis “dizer se atirou gelo ou não”. Os contornos do incidente foram mencionados pela primeira vez no domingo através de um comunicado de Chad Ludington, um dos colegas de faculdade de Kavanaugh.

Incidente terá ocorrido num bar depois de um concerto

Atualmente professor da Universidade Estadual da Carolina do Norte, Ludington disse que tem estado em contacto com o FBI. Segundo ele, o incidente aconteceu depois de um concerto dos UB40 em 25 de setembro de 1985, quando ele e um grupo de pessoas foram ao bar Demery’s para beber cerveja. A certa altura, estavam sentados perto de um homem que lhes parecia o líder da banda inglesa.

O grupo de amigos estava a tentar perceber se era realmente ele quando o homem percebeu que estava a ser observado e disse-lhes para pararem com aquilo. Kavanaugh disse um palavrão e, em seguida, “atirou a cerveja dele contra o homem”, acrescentou Ludington.

Vários colegas de Yale, incluindo Ludington e um ex-colega de quarto, disseram que Kavanaugh por vezes ficava agressivo quando bebia.