Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Cerca de 200 polícias fazem buscas antiterrorismo no norte da França

PHILIPPE HUGUEN/GETTY

Buscas na sede do “Centre Zahra France” prendem-se com o facto dos líderes desta associação apoiarem várias organizações terroristas

Cerca de 200 agentes policiais efetuaram esta terça-feira buscas na sede da associação "Centre Zahra France", Grande-Synthe, norte de França, e nas casas dos principais líderes devido ao seu "forte apoio" a "várias organizações terroristas", anunciaram as autoridades francesas.

Esta operação, iniciada esta terça-feira às 6h (5h em Lisboa), "faz parte da prevenção do terrorismo", disse a autarquia de Grande-Synthe, em comunicado.

As atividades da associação são "especialmente seguidas por causa do apoio dos seus líderes a várias organizações terroristas e a movimentos que defendem ideias contrárias aos valores da República", argumentaram as autoridades da comuna que pertence à região Nord-Pas de Calais.

As buscas administrativas, chamadas de "visitas domiciliares", foram introduzidas após o término do estado de emergência no outono de 2017.

Na página da Internet da associação "Centre Zahra France" está mencionado que o seu propósito "é divulgar a mensagem do Islão, através dos olhos do Profeta e da sua família, torná-los conhecidos, traduzir os seus pensamentos e testemunhar de suas obras".