Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Novo furacão atinge o Japão e provoca dois mortos e pelo menos 120 feridos

BEHROUZ MEHRI/AFP/Getty Images

A tempestade Trami passou perto da cidade de Osaka, com rajadas de até 216 quilómetros por hora. A sua passagem acontece menos de um mês depois de a maior tempestade do país em 25 anos ter atingido a parte ocidental do país. O tufão Jebi provocou pelo menos 11 mortos e inundações generalizadas no início de setembro

Duas pessoas morreram este domingo na sequência da passagem de um poderoso tufão pelo Japão. Pelo menos 120 pessoas ficaram feridas.

O tufão Trami passou pelas 20h locais perto da cidade de Osaka, com rajadas de até 216 quilómetros por hora.

A tempestade causou perturbações generalizadas, segundo avança a BBC, com muitas viagens aéreas e de comboio canceladas. Mais de 750 mil casas ficaram sem energia elétrica.

A passagem deste tufão acontece menos de um mês depois de a maior tempestade do país em 25 anos ter atingido a parte ocidental do país. O tufão Jebi provocou pelo menos 11 mortos e inundações generalizadas no início de setembro.

  • Novo balanço da passagem do furacão Jebi no Japão: pelo menos 11 mortos

    Centenas de feridos, voos cancelados, apagões, escolas e empresas fechadas. Os ventos já começaram a diminuir de intensidade e a mover-se para norte. No entanto, as autoridades têm emitido alertas para o risco de deslizamentos de terras e inundações. É a pior tempestade a atingir o país nos últimos 25 anos

  • Depois do furacão, um sismo. Pelo menos 18 mortos na ilha de Hokkaido, no Japão

    Dezenas de pessoas continuam desaparecidas. Cerca de 1,6 milhões de residentes permanecem sem eletricidade. Milhares passaram a noite em centros de acolhimento. A localidade de Atsuma foi uma das mais afetadas, com estradas e casas a desabarem após grandes deslizamentos de terras. Autoridades alertam para a possibilidade de réplicas