Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Donos de restaurantes britânicos podem ser proibidos de ficar com gorjetas dos funcionários

Leon Neal/Getty Images

Proposta já vinha do passado e agora deve mesmo avançar

Os proprietários de restaurantes e bares no Reino Unido podem vir a ser proibidos de ficar com as gorjetas recebidas pelos seus funcionários, segundo uma nova lei que deve ser anunciada entretanto pela primeira-ministra britânica, Theresa May, noticiaram vários meios de comunicação britânicos, entre os quais o “Guardian” e a “BBC”.

A medida já tinha sido proposta há mais de dois anos mas só agora deve entrar em vigor, depois de ter sido noticiado que há estabelecimentos comerciais a ficar com parte das gorjetas dos seus funcionários, muitas delas pagas em cartão.

O “Guardian” teve acesso a um dos discursos que May vai pronunciar no congresso do seu partido (o evento começou no domingo e decorre até esta quarta-feira) e antecipa as suas palavras: “Vamos introduzir legislação mais apertada para garantir que todos os trabalhadores ficam com as suas gorjetas e não tenham de dar uma parte aos seus empregadores”, dirá a ministra britânica.

Enquanto secretário com a pasta do comércio durante o governo de David Cameron, Sajid Javid propôs implementar esta medida, mas na altura não foi dada uma resposta contundente à proposta. Desde então que o sindicato Unite the Union vinha apelando à sua implementação, acusando as cadeias de restaurantes de se aproveitarem do fracasso do Governo britânico em regulamentar a situação.