Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Agência da ONU para refugiados palestinianos retira nove funcionários de Gaza

MAHMUD HAMS/GETTY IMAGES

A Agência da ONU para os Refugiados Palestinianos explicou que a retirada é temporária e foi decidida por razões de segurança, na sequência dos protestos de trabalhadores locais pelos cortes aplicados após a suspensão do financiamento dos Estados Unidos

A Agência da ONU para os Refugiados Palestinianos (UNRWA) decidiu esta segunda-feira retirar nove funcionários estrangeiros colocados na Faixa de Gaza, depois de protestos de trabalhadores locais pelos cortes aplicados após a suspensão do financiamento dos Estados Unidos.

A UNRWA precisou que a retirada é temporária e foi decidida por razões de segurança, na sequência de "incidentes alarmantes".

Segundo a agência palestiniana independente Maan, dezenas de trabalhadores da UNRWA manifestaram-se hoje de manhã frente ao hotel Al Deira, onde está instalado o diretor de operações, Matthias Shamali.

"Os manifestantes rodearam o automóvel do responsável da segurança especial da ONU depois de as negociações com a administração da UNRWA terem chegado a um impasse", noticiou a Maan.

Esta agência da ONU iniciou um processo de cortes e de despedimentos após a suspensão do financiamento norte-americano, anunciando a eliminação de 250 postos de trabalho na Faixa de Gaza e na Cisjordânia e a redução de outros 500 a trabalho a tempo parcial.

Fontes sindicais disseram aos 'media' locais que a UNRWA ignorou acordos que tinha com os trabalhadores e lamentaram que a agência prossiga com os cortes depois de um determinado número de países e organizações terem aumentado as suas contribuições para colmatar a saída dos EUA.

A agência, que dá assistência a milhões de refugiados palestinianos nos territórios palestinianos, no Líbano, Síria e Jordânia, viu os seus graves problemas financeiros acentuarem-se com a decisão da administração Trump de cancelar a ajuda anual de mais de cerca de 350 milhões de dólares (cerca de 302 milhões de euros).