Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Pujança do #EleNão mede-se hoje nas ruas

Crianças num comício do ultradireitista Jair Bolsonaro, em São Paulo

Fernando Bizerra/epa

Movimento contra Jair Bolsonaro manifesta-se em 70 cidades. Teme-se que haja violência

Maria da Paz Tréfaut

Correspondente em São Paulo

O que começou como um movimento espontâneo de mulheres nas redes sociais pode resultar na mais expressiva marcha antifascista da história recente do Brasil. A manifestação convocada com as hashtags #EleNão, #EleNunca, que acontece hoje em mais de 70 cidades brasileiras, promete juntar gente de vários géneros, credos e partidos. Às 16h há concentrações em Lisboa (Largo Camões), Coimbra (Praça 8 de Maio) e Porto (Praça dos Leões).

“Ele” ou “o Coiso”, como é chamado em algumas páginas, é o capitão do exército reformado Jair Bolsonaro, do Partido Social Liberal (PSL), que está em primeiro lugar nas sondagens das presidenciais de 7 de outubro. Vítima de esfaqueamento em campanha, permanece internado.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI