Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

37 sobreviventes na amaragem de Boeing 737 na Micronésia

Mais de 30 passageiros e sete tripulantes sobreviveram hoje a uma amaragem de um avião da Air Niugini num lago do Pacífico, no arquipélago da Micronésia, tendo sido resgatados pelas tripulações de barcos que ocorreram ao local

O avião da Air Niugini atingiu a água perto da pista de um aeroporto quando tentava aterrar nas ilhas Chuuk, segundo a companhia aérea da Papau da Nova Guiné.

Sete pessoas foram levadas para um hospital, de acordo com autoridades, incluindo uma que se encontra em condição crítica, mas estável.

"É uma sorte que não tenhamos tido mortes", disse Glenn Harris, inspetor de segurança do Governo dos Estados Federados da Micronésia, uma nação insular da Oceania.

Harris disse que o avião partiu da ilha de Pohnpei, na Micronésia, indicando que pelo menos 30 passageiros e dez tripulantes estavam a bordo.

As ilhas de Chuuk são conhecidas a nível mundial pelos seus locais de mergulho, onde podem ser encontrados vários navios afundados, meia centena deles durante a Segunda Guerra Mundial.

Glenn Harris disse que não sabe o que obrigou à amaragem ou se os pilotos alertaram o controlo de tráfego aéreo sobre qualquer problema, mas adiantou que uma equipa estará no local no sábado para investigar as causas do incidente.

A companhia aérea informou num breve comunicado que todas as pessoas que se encontravam a bordo do Boeing 737 conseguiram ser retiradas em segurança.A Air Niugini é a companhia aérea nacional de Papua Nova Guiné e opera desde 1973.

A frota inclui jatos Boeing 767 e 737 para rotas internacionais, de acordo com a companhia aérea, bem como aeronaves Fokker F-100, Q400 e Dash 8 para destinos regionais.

A rede da Air Niugini está concentrada nas rotas domésticas que ligam a capital, Port Moresby, com pontos isolados no arquipélago de Papua Nova Guiné. Chuuk está entre as suas rotas internacionais mais curtas, sendo que também voa para Tóquio e Hong Kong.

A Micronésia, localizada ao norte da Austrália e a leste das Filipinas, abriga pouco mais de 100 mil pessoas.