Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Sete homens detidos na Holanda por suspeita de prepararem “ataque de grande escala”

Ministério Público referiu, em comunicado, que os homens foram detidos por polícias “fortemente armados” nas cidades holandesas de Arnhem e Weert. Suspeitos tinham como objetivo atacar um evento com coletes-bomba e armas de fogo, planeando detonar um carro-bomba num outro local

A polícia holandesa deteve nesta quinta-feira sete homens suspeitos de estarem a preparar um ataque extremista "de grande escala" na Holanda, com os procuradores do Ministério Público a afirmarem acreditar que o mesmo "foi frustrado". O Ministério Público referiu, em comunicado, que os homens foram detidos por polícias "fortemente armados" nas cidades holandesas de Arnhem e Weert.

O documento acrescenta que as detenções ocorreram depois de uma investigação que decorreu nos últimos meses, por iniciativa dos serviços secretos, referindo que o alegado líder do grupo, um homem de 34 anos de origem iraquiana, pretendia realizar um ataque extremista de grande dimensão, num evento, de modo a causar várias vítimas.

Os procuradores defendem que os suspeitos tinham como objetivo atacar um evento com coletes-bomba e armas de fogo, planeando detonar um carro-bomba num outro local. A investigação continua em curso, de modo a procurar saber quais eram os alvos dos suspeitos.