Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Veneza considera impor restrições sobre consumo de álcool para combater excesso de turistas

Stefano Mazzola/Awakening/Getty Images

Qualquer pessoa que seja apanhada a consumir álcool na cidade italiana depois das 19h00 poderá vir a ser multada

Veneza está a ponderar proibir o consumo de álcool nas ruas para combater o excesso de turistas na cidade. Qualquer pessoa que consuma álcool depois das 19h00 poderá vir a ser multada, mesmo que as garrafas sejam transportadas dentro de sacos de plástico.

Citado pela agência de notícias ANSA, o chefe da polícia local, Marco Agostini, disse que a ideia não é a de “visar os compradores que saem do supermercado, mas sim pessoas embriagadas que tenham na sua posse três garrafas de cerveja”. Mais de 20 milhões de turistas visitam o centro histórico de Veneza todos os anos, um fluxo que tem levado muitos dos residentes a abandonar a cidade.

A medida anunciada é a mais recente iniciativa tomada com vista a equilibrar o número cada vez maior de turistas e as reivindicações dos residentes. Este ano, foram criados pela primeira vez caminhos alternativos para turistas, de modo a que estes não se cruzem com residentes em determinadas zonas da cidade. Além disso, é possível que em breve seja proibido sentar ou deitar no chão, caso a respectiva proposta seja aprovada.

Os planos estendem-se a outras cidades italianas, tendo Florença recentemente introduzido multas para aqueles que se sentem a comer na calçada ou junto às portas das lojas no centro histórico da cidade.