Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

O conselho e a condição de Trump para resolver a crise de refugiados na Europa: um muro entre o Saara e Espanha

NICHOLAS KAMM/AFP/Getty Images

No entanto o Presidente norte-americano terá também deixado um aviso ao ministro dos Negócios Estrangeiros: a construção não pode ser tão grande como o muro na fronteira com o México

Como travar o fluxo de refugiados que chegam à Europa por Espanha? Donald Trump tem uma solução que, na verdade, é a replicação de uma ideia que o próprio Presidente dos Estados Unidos teve. A recomendação de Trump a Josep Borrell, ministro do Negócios Estrangeiros espanhol, para resolver a crise está em construir um muro que separe Espanha do deserto do Saara. A revelação foi feita por Borrell, que não concordou com a estratégia.

A sugestão foi feita quando Borrell, que também já presidiu ao Parlamento Europeu, visitou os Estados Unidos no final de junho deste ano. Esta semana, o ministro espanhol reproduziu a conversa durante um evento em Madrid. No entanto, refere a BBC, a recomendação chegou com uma condição: “a fronteira com o Saara não pode ser maior do que a nossa fronteira com o México.”

O plano tem alguns obstáculos. Nenhuma parte do Saara pertence a território espanhol. Existem, na verdade, as cidades autónomas de Ceuta e Melilla, que se encontram sob a tutela de Espanha e se localizam no norte de África, mas estão algo distantes do deserto. Por outro lado, a condição imposta por Trump dificilmente poderia ser cumprida, já que o Saara se estende por quase cinco mil quilómetros, enquanto a fronteira entre os EUA e o México tem um comprimento de pouco mais de três mil.

A BBC refere que, desde janeiro de 2018, já chegaram a Espanha 35 mil migrantes.