Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Atiradora é uma das quatro vítimas mortais de tiroteio em Maryland

Mark Makela/Getty

Mulher, de 26 anos, utilizou uma arma de fogo para efetuar vários disparos, que causaram a morte de três pessoas

O número de mortos no tiroteio que ocorreu nesta quinta-feira num centro de distribuição dos supermercados Rite Aid no estado norte-americano de Maryland aumentou para quatro, com a atiradora a morrer no hospital. O xerife de Harford County, Jeffrey R. Gahler, afirmou que a mulher, de 26 anos, utilizou uma arma de fogo para efetuar vários disparos, que causaram a morte de três pessoas.

"Ela apresentou-se ao trabalho com normalidade e depois começou o tiroteio, que atingiu pessoas no interior e no exterior das instalações. Não sabemos quais os motivos que estão na origem do crime", disse. O xerife explicou que três pessoas morreram e outras três ficaram feridas, mas é esperado que sobrevivam. A atiradora acabou por disparar contra si própria e morreu no hospital.

Jeffrey R. Gahler declarou que a atiradora usou apenas uma pistola e que não foram disparados tiros por qualquer dos agentes no terreno. Algumas testemunhas referem que a atiradora esteve envolvida numa discussão e que depois começou a disparar de forma aleatória contra as pessoas que estavam no local.