Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Brexit. Tusk diz ser possível que não haja acordo até março de 2019

Theresa May e Donald Tusk, num encontro passado, em Downing Street

Getty Images

Presidente do Conselho Europeu admite a necessidade de uma cimeira extraordinária para discutir o acordo sobre o Brexit, em novembro

O presidente do Conselho Europeu considerou, esta terça-feira, possível que não haja acordo sobre o Brexit entre a União Europeia e o Reino Unido até março de 2019 e admite a necessidade de uma cimeira extraordinária sobre o assunto, em novembro.

“Infelizmente, um cenário de não acordo ainda é bem possível, mas se todos agirmos com responsabilidade, podemos evitar a catástrofe”, escreveu Donald Tusk numa carta enviada aos chefes de Estado e Governo dos 28 para a reunião informal que decorre quarta e quinta-feira em Salzburgo (Áustria).

Uma cimeira extraordinária da UE sobre o Brexit pode ser necessária em novembro para chegar a um acordo, acrescenta o presidente do Conselho Europeu na carta divulgada esta terça-feira.

Os 28 chefes de Estado e de Governo da UE reúnem-se a partir de quarta-feira em Salzburgo para discutir a fase final das negociações da saída do Reino Unido, incluindo a “possibilidade de convocar outro Conselho Europeu em novembro”, escreve Donald Tusk, lembrando que esta saída deve ser finalizada a tempo para o Reino Unido deixar a UE, como planeado, em março de 2019.