Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Talibãs matam pelo menos 27 polícias no Afeganistão

(Fotografia não corresponde à notícia)

SHAH MARAI/GETTY IMAGES

Fared Bakhtaw, líder do conselho provincial em Farah, disse esta segunda-feira que vários ataques ocorreram em diferentes partes daquela província, incluindo em postos de controlo em redor da capital provincial

Pelo menos 27 membros das forças de segurança do Afeganistão morreram desde a noite de domingo em ataques dos talibãs na província afegã de Farah, disse hoje um oficial afegão.

Fared Bakhtaw, líder do conselho provincial em Farah, disse esta segunda-feira que vários ataques ocorreram em diferentes partes daquela província, incluindo em postos de controlo em redor da capital provincial.

O mesmo responsável adiantou que um grupo de talibãs atacou postos de controlo no distrito de Push Rod, onde 10 polícias morreram.

Um outro ataque aconteceu em Bala Buluk e sete pessoas foram mortas e três outras foram raptadas pelos insurgentes.

Separadamente, ainda em Bala Buluk, seis polícias foram levados pelos talibã depois de uma intensa batalha.

Oficiais afegãos disseram que a nordeste da província de Badghis, cinco oficiais foram mortos, incluindo Abdul Hakim, o comandante da unidade local, num ataque que aconteceu perto da capital provincial, Qala-i-Now.

Jamshid Shahabi, porta-voz do govenro de Badghis, adiantou que cerca de 22 talibãs foram mortos e 16 foram feridos no decurso do ataque.

No norte da província de Baghlan, os ataques de talibã contra bases militares e da polícia, causaram a morte de três militares e de dois oficiais da polícia.

O General Ekramuddin Serih, chefe da polícia provincial, referiu que outros membros das forças de segurança foram feridos num ataque no distrito de Baghlani Markazi.

O chefe da polícia acrescentou que a ordem foi restabelecida e as bases estão sob controlo das forças afegãs. Segundo o responsável, 20 talibãs foram mortos.