Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Ucrânia. União Europeia prolonga sanções até março de 2019

Getty Images

As medidas restritivas, que irão vigorar até 15 de março de 2019, consistem em congelamento de bens e restrições de viagem

A União Europeia (UE) prolongou esta quinta-feira por mais seis meses as sanções a 155 pessoas e 44 entidades por atos contra a integridade territorial e soberania na Ucrânia.

As medidas restritivas, que irão vigorar até 15 de março de 2019, consistem em congelamento de bens e restrições de viagem.

Segundo um comunicado do Conselho da UE, "a avaliação da situação não justificou uma alteração ao regime de sanções".

Estão em vigor diferentes medidas da UE em resposta à crise na Ucrânia, designadamente sanções económicas contra setores específicos da economia russa, em vigor até 31 de janeiro de 2019, bem como medidas restritivas em resposta à anexação ilegal russa da Crimeia e de Sebastopol, limitadas a estes dois territórios, em vigor até 23 de junho de 2019.