Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Trump aconselha amigo a mentir: “Se admitires que tiveste um mau comportamento com mulheres, estás morto”

Chip Somodevilla/Getty Images

Segundo o jornalista Bob Woodward, autor do livro “Fear: Trump in the White House”, o Presidente norte-americano aconselhou um amigo que lhe admitira em privado ter tido um comportamento inadequado com mulheres a manter-se em silêncio e, se questionado, a negar sempre esses episódios

Donald Trump é acusado de vários casos de assédio, mas o Presidente norte-americano tem negado sempre ter tido comportamentos inapropriados em relação a mulheres. No círculo de amigos de Trump, há membros que também são acusados de assédio e o governante tem-lhes dado conselhos nesta matéria, revela um capítulo do polémico livro “Fear: Trump in the White House” do jornalista Bob Woodward.

Segundo o jornalista de investigação, um dos responsáveis pela revelação do escândalo Watergate, o Presidente norte-americano aconselhou um amigo que lhe admitira em privado ter tido um comportamento inadequado com mulheres a manter-se em silêncio e, se questionado, a negar esses episódios. “Tens que negar, negar, negar e fazer recuar essas mulheres. Se admitires tal comportamento ou qualquer culpa, então estás morto”, afirmou Trump numa conversa com o amigo.

Desde que na semana passada foram revelados alguns excertos do livro no jornal “Washington Post”, a administração Trump ficou em sobressalto com algumas revelações ali feitas, como o facto de o Presidente dos EUA ter chamado “atrasado mental” ao procurador-geral, Jeff Sessions, como conta o jornalista de 75 anos.

No seio do Partido Republicano pretende-se, por seu turno, desvalorizar os episódios relatados no livro de Bob Woodward, procurando dar-se enfoque ao crescimento do PIB dos EUA, que subiu 4,1% no segundo trimestre, o melhor ritmo registado nos últimos quatro anos.

O jornalista do “Washington Post” defende que os cidadãos americanos terão que “acordar” depois dos episódios revelados no seu livro que demonstram o caos na administração Trump.

Mas o próprio Presidente norte-americano já se veio demarcar do livro, criticando os conteúdos que classifica de “ficção”. “O livro de Woodward é uma piada. É apenas um novo ataque no meio de tantos que já me fizeram, só que desta vez recorrendo a fontes não identificadas e anónimas”, escreveu Donald Trump na segunda-feira no Twitter.

“Os democratas não sabem perder. Irei escrever o verdadeiro livro [sobre a Casa Branca]”, rematou.