Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Rocha com 70 quilos de ouro encontrada na Austrália. É uma das maiores de sempre

James D. Morgan/Getty

Uma das maiores descobertas de ouro de que há memória aconteceu esta terça-feira, na Austrália. Em conjunto, são mais de 100 quilos de ouro encontrados apenas em duas pedras

Uma empresa canadiana de extração de minério descobriu duas enormes pedras de quartzo cobertas de quantidades de ouro como poucas vezes se viu. Uma delas pesa 95 quilos e contém 70 de ouro, enquanto outra pesa 63 quilos e contém 46 de ouro.

A descoberta dos mineiros da RNC Minerals, no oeste da Austrália, é uma das mais significativas na história da indústria mineira - as duas pedras, juntas, podem valer mais de 10,7 milhões de dólares, ou seja, 8,6 milhões de euros.

A extração das duas rochas, segundo disse a empresa num comunicado citado pela Business Insider, demorou cerca de uma semana mas garantiu à empresa um retorno de mais de 100 quilos de ouro “de primeira qualidade”.

Mark Selby, presidente da RNC disse que descobrir tanto outro de uma única vez “demonstra bem o potencial da mina de Beta Hunt”.

A maior pepita de ouro existente é a chamada “Pepita Canaã”, encontrada no Brasil em 1983 pelo mineiro Júlio de Deus Filho na Serra Pelada, no Estado do Pará. Com 60 quilos de peso, contém 52 quilos de ouro e está em exposição no Museu de Valores do Banco Central do Brasil.