Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Angola anuncia visita oficial de João Lourenço a Portugal a 23 e 24 de novembro

getty

Sobre a visita do primeiro-ministro de Portugal, António Costa, o chefe da diplomacia angolana disse que a delegação portuguesa chega a 17 de setembro, feriado em Angola, pelo que será realizado, nesse dia, um programa informal

O ministro das Relações Exteriores de Angola anunciou esta segunda-feira oficialmente, em Luanda, que o Presidente angolano, João Lourenço, efetuará uma visita oficial a Portugal a 23 e 24 de novembro.

Manuel Augusto falava à imprensa à margem do VII Conselho Consultivo do Ministério das Relações Exteriores, que decorre até terça-feira, sob o lema "As Oportunidades e Desafios no Futuro".

"Está confirmadíssima para 23 e 24 de novembro", referiu Manuel Augusto.

Sobre a visita do primeiro-ministro de Portugal, António Costa, o chefe da diplomacia angolana disse que a delegação portuguesa chega a 17 de setembro, feriado em Angola, pelo que será realizado, nesse dia, um programa informal.

"Já está aqui uma equipa de avanço neste momento a trabalhar. O senhor primeiro-ministro [António Costa] vai chegar no dia 17 e teremos um programa informal, porque é feriado. No dia 18 será o dia da visita", explicou o governante angolano.

Relativamente à hipótese da assinatura de um acordo de isenção de vistos, o ministro angolano negou essa possibilidade, salientando que Portugal, tal como a maior parte dos países europeus, pertence ao espaço Schengen e "não tem a capacidade de exercer a reciprocidade".

"Não podemos ter desvantagem para os cidadãos angolanos. Isentamos aqueles que nos podem isentar. E os países da União Europeia, os que fazem parte do Schengen, não têm essa capacidade, mas estamos a encontrar caminhos da facilitação de vistos para que, de facto, não haja obstáculos", frisou.

Recentemente, o responsável da diplomacia portuguesa, Augusto Santos Silva, disse que Costa se irá reunir com o chefe de Estado angolano, João Lourenço, salientando que a visita "terá uma componente económica muito importante, porque o relacionamento comercial e em termos de investimentos recíprocos de Portugal e de Angola é muito intenso".

Augusto Santos Silva referiu ainda, em Bruxelas, à margem da cimeira da NATO, que "Portugal e Angola irão também assinar o novo programa estratégico de cooperação", estando ainda previstos encontros do primeiro-ministro com a comunidade portuguesa em Luanda.