Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Reino Unido alerta que 80 mil predadores online representam ameaça para menores

Jack Taylor/Getty

Sajid Javid defendeu que as grandes empresas do setor da Internet, como o Facebook, Microsoft, Google, Twitter e outras, devem combater o abuso online de menores

O Governo britânico reconheceu nesta segunda-feira a existência no Reino Unido de pelo menos 80 mil predadores sexuais de menores online, advertindo as grandes empresas do setor para eventuais novas leis que obriguem a uma maior proteção das crianças.

A declaração foi feita pelo ministro do Interior britânico, Sajid Javid, que defendeu que as grandes empresas do setor da Internet, como o Facebook, Microsoft, Google, Twitter e outras, devem combater o abuso online de menores e canalizar a mesma intensidade de reação que é utilizada para remover conteúdos extremistas publicados na rede.

Sajid Javid declarou que as ameaças contra as crianças evoluíram mais rapidamente do que as respostas do setor da Internet. Citado pela agência norte-americana Associated Press (AP), o ministro disse que a atividade de pedófilos na Internet registou um aumento "horrífico".

"Não estou apenas a pedir mudanças. Estou a exigir", afirmou Sajid Javid. "Se as empresas de tecnologia não tomarem mais medidas para remover este tipo de conteúdos, eu não terei medo de agir", advertiu o ministro do Interior britânico.