Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Passagem de depressão tropical em Cabo Verde leva ao cancelamento de 20 voos domésticos

A passagem de uma depressão tropical por Cabo Verde levou ao cancelamento de 20 voos domésticos, na sexta-feira e sábado, além da suspensão da maioria das ligações marítimas entre ilhas, estando a situação a ser normalizada.


De acordo com a agência de notícias cabo-verdiana (Inforpress), que cita o serviço de informações da ASA (Aeroportos e Segurança Aérea), todos os voos domésticos previstos para a tarde de sexta feira, com partida e chegada no Aeroporto Nelson Mandela, na cidade da Praia, foram cancelados.


Os voos internacionais não sofreram qualquer alteração.


As consequências da passagem da depressão tropical, que foi mais sentida nas ilhas de Sotavento (Brava, Fogo, Maio e Santiago), levaram ainda à suspensão do transporte marítimo entre as ilhas cabo-verdianas, com exceção da ligação São Vicente-Santo Antão, conforme disse à Lusa o presidente do Serviço Nacional de Proteção Civil (SNPC) de Cabo Verde.


Segundo Reinaldo Rodrigues, a passagem da depressão tropical pelo arquipélago não causou danos físicos ou materiais, registando-se apenas alguns aluimentos de terra e inundações esporádicas.


A população de Cabo Verde aguardava há mais de um ano pela época da chuva, tendo em conta a ausência de precipitação em 2017, que tem provocado grandes dificuldades, nomeadamente a quem vive da produção agrícola.


A passagem da depressão tropical por Cabo Verde caracterizou-se por ventos fortes, agitação marítima e chuva, por vezes forte.
As enchentes nas zonas baixas e o deslizamento de terras nas encostas são os principais receios das autoridades.

Lusa