Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Menina de dez meses morre depois de passar 8 horas fechada dentro de carro em Palma de Maiorca

Avô da menina não se lembrava que a tinha levado porque não era costume tomar conta da bebé

O avô de uma menina de dez meses que morreu esta sexta-feira depois de ter ficado mais de oito horas fechada num carro vai ser julgado por homicídio involuntário

O homem, de 56 anos, disse à polícia que estacionou o carro para tomar café por volta da sete da manhã na rua S’Hort des Cabré em Manacor, Palma de Maiorca, e que, como não é era costume tomar conta da bebé, esqueceu-se que ela estava no carro. A menina estava a dormir no carro e, disse, não a tinha querido acordar.

Mas quando voltou ao carro, já depois das três da tarde, reparou que tinha deixado a sua neta no carro. O homem não explicou porque tinha demorado tanto, mas disse que perguntou imediatamente na rua se alguém podia prestar assistência à bebé e que um médico que estava perto lhe disse que já não havia nada a fazer.

Também dois paramédicos de uma clínica perto do local tentaram ajudar a menina mas sem sucesso. O corpo da bebé vai ser enviado para o Instituto Forense de Palma de Maiorca mas os médicos que a assistiram no local referiram as altas temperaturas que se fizeram sentir em Espanha nas últimas semanas. Pelo menos nove pessoas já morreram no país devido à vaga de calor.

O homem não foi logo interrogado devido às condições psicológicas em que ficou ao encontrar a sua neta no carro.