Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Tinha acabado de sair da prisão, escondeu-se num frigorífico para assaltar um restaurante mas morreu de ataque cardíaco

Carlton Henderson, 54 anos, estava detido desde junho de 2017, acusado de envolvimento num duplo homicídio ocorrido em 1988. Terá sido, no entanto, libertado na passada quarta-feira, quatro dias antes do ataque

Saiu repentinamente de um frigorífico que estava na cozinha do resturante e ameaçou os funcionários com uma faca, mas entrou em paragem cardíaca e acabou por morrer. Agora, sabe-se que tinha acabado de sair da prisão onde estava detido, em Boston, nos EUA.

Carlton Henderson, 54 anos, estava detido desde junho de 2017, acusado de ter estado envolvido num duplo homicídio ocorrido em 1988. No entanto, na quarta-feira uma juíza considerou que não havia provas suficientes para mantê-lo detido e ordenou a sua libertação.

Quatro dias depois, no domingo, Carlton Henderson entrou no restaurante localizado no bairro de Upper West Side, em Manhattan, Nova Iorque, escondeu-se no frigorífico e posteriormente saiu para ameaçar as pessoas em volta, gritando “afastem-se de mim, Satanás!”, conforme esclareceu a polícia local, citada pela AP. Alguns dos funcionários conseguiram imobilizá-lo no chão, momento em que entrou em paragem cardíaca.

Carlton Henderson fora detido em St. Louis, no Missouri, em junho de 2017, depois de a polícia ter percebido que as cápsulas de balas usadas usadas no duplo homicídio em Boston eram iguais a outras encontradas no local onde se deu outro homicídio, em Miami, em 1993.