Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Grupo saudita pede desculpa após post sobre novo 11 de Setembro

Alvo de fortes críticas, o grupo foi obrigado a pedir desculpa e a apagar a publicação das redes sociais, onde conta com mais de 350 mil seguidores

Um grupo saudita publicou esta segunda-feira nas redes sociais uma imagem de um avião da Air Canada a voar em direção ao edifício mais alto de Toronto com a seguinte frase: “Aquele que interfere com aquilo não lhe diz respeito encontra o que não lhe agrada”.

Num aviso dirigido ao Canadá, na sequência do clima de tensão entre os dois países – após a condenação por parte do Governo canadiano de vários ativistas de Direitos Humanos na Arábia Saudita, que conduziu à ordem de expulsão do embaixador Dennis Horak em Riade e ao congelamento das relações comerciais com o Canadá – a organização Infográfico KSA criticou com aquele post a interferência de Toronto nos assuntos internos sauditas.

Contudo, a publicação deu origem a uma chuva de críticas uma vez que a imagem fez lembrar os atentados de 11 de Setembro nos EUA e deu a ideia de uma ameaça, o que obrigou a organização a pedir desculpa e a apagar o conteúdo das redes sociais, onde conta com mais de 350 mil seguidores.

De acordo com a organização, o avião apresentado na imagem pretendia simbolizar o regresso do embaixador canadiano ao país, após o reino saudita ter dado na segunda-feira um prazo de 24 horas para Dennis Horak deixar Riade e de ter chamado também o seu representante em Otava.

Quase 3 mil pessoas morreram nos ataques de 11 de Setembro de 2001, quando 19 terroristas, incluindo cidadãos sauditas, sequestraram dois aviões fazendo-os colidir contra as Torres Gémeas do World Trade Center, em Nova Iorque. A Arábia Saudita tem negado sempre o envolvimento nestes ataques.