Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Pelo menos 29 mortos e mais de 80 feridos em ataque suicida numa mesquita no Afeganistão

Hospital para onde foram transferidas as vítimas do ataque à mesquita xiita de Paktia

AHMADULLAH AHMADI/EPA

O ataque ocorreu às 13h30 locais numa mesquita para a tradicional oração das sextas-feiras e em que estavam reunidas milhares de pessoas

Pelo menos 29 pessoas morreram e mais de 80 ficaram feridas esta sexta-feira num ataque suicida a uma mesquita xiita na província de Paktia, no sudeste do Afeganistão, declarou uma fonte oficial à agência de notícias espanhola EFE. Há relatos da existência de crianças entre as vítimas do atentado.

O ataque ocorreu às 13h30 locais (10h00 em Lisboa), numa mesquita onde decorria a tradicional oração das sextas-feiras e em que estavam reunidas milhares de pessoas, na cidade de Gardez, capital de Paktia, afirmou o porta-voz do governador provincial, Abdullah Hasrat.

Os feridos foram transportados para o hospital provincial e vários centros de saúde privados, explicou o mesmo porta-voz.

O vice-governador da província de Paktia, Abdul Wali Sahi, disse à EFE que a mesquita atacada pertence à minoria xiita hazara do país, frequentemente alvo de ataques do grupo 'jihadista' Daesh (autoproclamado Estado Islâmico).

Nenhum grupo armado reivindicou, até ao momento, a autoria do ataque.

No dia 22 de abril, um ataque suicida realizado pelo Daesh contra o centro eleitoral numa zona de Cabul, com grande população da minoria xiita hazara, causou a morte de pelo menos 69 pessoas e 120 feridos.