Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Polícia espanhola desmantela rede de distribuição de pornografia infantil

Gonzalo Arroyo Moreno/GETTY

A operação liderada pela Polícia Nacional contou com a colaboração da Interpol e da Europol, devido às ligações internacionais desta rede de pedofilia na América e na Europa. Dezanove pessoas foram detidas

A polícia espanhola desmantelou uma rede de distribuição de pornografia infantil através do WhatsApp e localizou 14 grupos nesta aplicação de mensagens instantâneas que partilhavam material com crianças de até 8 anos, divulgaram as autoridades espanholas.

A operação, conduzida pela Polícia Nacional em colaboração com a Interpol e a Europol devido às conexões internacionais desta rede de pedofilia na América e na Europa, resultou em 19 detenções em Espanha, em coordenação com 18 tribunais devido ao número de pessoas envolvidas e a sua dispersão geográfica.

Além disso, entre os 19 envolvidos em Espanha foram encontrados dispositivos eletrónicos com mais de 16 terabytes de informações contendo cerca de 2.400.000 ficheiros de pornografia infantil, de acordo com um comunicado da polícia.

A investigação permitiu detetar catorze 'chats', 58 utilizadores e enormes quantidades de arquivos partilhados, de acordo com a nota, constatando-se ainda que a atividade ilegal não se limitou a Espanha, mas estendeu-se a outros sete países na Europa e América.

A polícia contou com a intervenção de dezoito tribunais que autorizaram, de forma coordenada e simultânea, uma ação para deter os 19 envolvidos em Espanha, tendo sido apreendidos onze computadores portáteis, vinte e três telemóveis, quatro tablets, onze discos rígidos externos, sete 'pendrives', cinco cartões de memória de grande capacidade.

Dada a natureza supranacional das investigações, foi necessária a cooperação dos escritórios internacionais da Europol e da Interpol, para que o enorme volume de informação pudesse ser direcionado e os canais estabelecidos para a coordenação da operação em cada um dos países afetados.