Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Emmerson Mnangagwa vence eleições no Zimbabué, diz comissão eleitoral

Emmerson Mnangagwa na tomada de posse a 24 de novembro de 2017

TONY KARUMBA/Getty Images

Com os votos já contados em todas as províncias do país, a comissão eleitoral anunciou a vitória de Emmerson Mnangagwa nas eleições presidenciais. Oposição diz que resultados são “falsos”

O partido do Presidente Emmerson Mnangagwa, a União Nacional Africana do Zimbabué-Frente Patriótica (ZANU-PF, em inglês), venceu as eleições da passada segunda-feira, as primeiras desde a queda de Robert Mugabe, Presidente derrubado em novembro, anunciou a comissão eleitoral do país.

A população do Zimbabué aguardava o anúncio dos resultados das eleições disputadas pelo presidente do Zimbabué, Emmerson Mnangagwa, e líder da oposição, Nelson Chamisa, e outros 21 candidatos, há vários dias, com a oposição a criticar o atraso na divulgação e a alegar várias irregularidades e os apoiantes da oposição a manifestar-se violentamente nas ruas da capital do país, Harare. Pelo menos seis pessoas morreram esta semana na sequência dos confrontos e 14 ficaram feridas, segundo números divulados pela polícia.

Tanto a União Europeia como os EUA, a Commonwealth e a União Africana condenaram esta segunda-feira o uso de força “excessiva” por parte das forças armadas do país para conter os protestos, uma vez que os militares recorreram a armas de fogo para dispersar os apoiantes da oposição, e apelaram à comissão eleitoral para divulgar os resultados das eleições “rapidamente e de forma transparente”.

A oposição alegou várias irregularidades nas eleições, não só no que diz respeito ao atraso na divulgação dos resultados, mas também no que respeita à não colocação das listas com os cadernos eleitorais em uma em cada cinco assembleias de voto, conforme exige a lei. Nelson Chamisa, líder do Movimento para a Mudança Democrática (MDC), reclamou aliás a vitória nas eleições.

Com os votos já contados nas dez províncias do país, a comissão anunciou que Emmerson Mnangagwa venceu as eleições com 2,46 milhões de votos, contra os 2,15 milhões de Nelson Chamisa. A oposição já contestou os resultados, alegando que são “falsos”. “Não foram verificados por nós (...), portanto, são falsos”, declarou o porta-voz do MDC.

[NOTÍCIA ATUALIZADA ÀS 23H45]