Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Projeto-piloto com mosquitos erradica dengue na Austrália

RAUL ARBOLEDA/GETTY

Insetos infetados com a bactéria Wolbach têm sido eficazes no combate ao dengue na cidade australiana de Townsville. Cientistas esperam que a técnica possa erradicar também surtos de dengue e malária

Um projeto-piloto lançado há quatro anos na Austrália está a revelar-se eficaz no combate ao dengue. Insetos infetados com a bactéria Wolbach – que não transmitem o vírus – têm contribuído para a erradicação da doença na cidade australiana de Townsville.

Esta técnica já tinha sido aplicada em territórios mais pequenos, entre 1 e 1,5 km², mas desta vez estes insetos foram libertados em mais de 66 km² da cidade australiana, com cerca de 190 mil habitantes.

Os resultados estão a motivar a equipa de cientistas responsável pelo projeto, que espera que a mesma técnica possa erradicar também surtos de zika e malária, nomeadamente no Brasil e na América Latina.

“Estou extasiado. Temos aqui algo que vai ter um impacto significativo, acho que este estudo é a primeira indicação de que este procedimento será muito promissor”, afirmou ao “Guardian” Scott O’Neill, diretor do Programa Mundial de Mosquitos da Universidade Monash, na Austrália.

A decorrer em 11 países, este projeto-piloto será testado em breve na cidade indonésia de Yogyakarta, onde será aplicado inicialmente por um grupo de cientistas e mais tarde envolverá também a comunidade local.