Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Polícia Marítima em missão na Grécia efetua resgate de 61 migrantes

Fotografia não corresponde à notícia

Nicolas Economou

Segundo a Autoridade Marítima Nacional, os 61 imigrantes, 17 dos quais homens, 16 mulheres e 28 crianças, são oriundos do Afeganistão, Congo e de Burkina Faso.

A equipa da Polícia Marítima em missão na Grécia resgatou na madrugada de sábado 61 migrantes, 28 dos quais crianças, indicou este domingo a Autoridade Marítima Nacional (AMN).

Em comunicado, a AMN adianta que, na madrugada de sábado, a Viatura de Vigilância Costeira (VVC) da Polícia Marítima detetou um bote ao largo de Eftalou, ainda em águas turcas, com 61 migrantes, que foram depois resgatados em território grego.

Segundo a AMN, os 61 imigrantes, 17 dos quais homens, 16 mulheres e 28 crianças, são oriundos do Afeganistão, Congo e de Burkina Faso.

A AMN explica que, após o barco ter sido detetado, foram “de imediato passadas as coordenadas aos agentes da Polícia Marítima em missão na embarcação ‘ARADE’, que navegaram para as proximidades”, tendo efetuado o transbordo dos migrantes para a sua embarcação, quando estes entraram em águas territoriais gregas.

A Autoridade Marítima Nacional adianta que migrantes desembarcaram em segurança no porto grego de Skala Skaminia.

A missão da Polícia Marítima na Grécia no âmbito da agência europeia de controlo de fronteiras FRONTEX tem como objetivo apoiar a guarda costeira grega com o objetivo de controlar e vigiar as fronteiras marítimas gregas e externas da União Europeia, no combate ao crime transfronteiriço.