Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Imran Khan declara vitória nas eleições legislativas no Paquistão

REUTERS TV

Pela segunda vez na história do país, as eleições realizam-se naturalmente depois de o governo civil completar o mandato de cinco anos

O candidato Imran Khan, do partido Pakistan Tehreek-i-Insaf (PTI), que estava a liderar a contagem não-oficial e parcial de votos, declarou a vitória nas eleições e prometeu uma "nova" maneira de dirigir Paquistão como primeiro-ministro.

O PTI encontra-se a celebrar a vitória nas ruas do Paquistão desde quarta-feira, quando meios de comunicação lhe atribuía a vantagem e a Comissão Eleitoral do Paquistão apresentava atrasos na contagem de votos, devidas a problemas técnicos no novo sistema de contagem.

O adversário Shahbaz Sharif, da Liga Muçulmana do Paquistão (PML-N), falou, em contrapartida, em manipulação de votos.

O escrutínio realizou-se na quarta-feira no Paquistão, após uma tensa campanha eleitoral marcada por denúncias de fraude para favorecer o PTI pelos "poderes estabelecidos", numa referência às poderosas forças armadas paquistanesas, que negaram qualquer interferência no processo eleitoral.

Pela segunda vez na história do país, as eleições realizam-se naturalmente depois de o governo civil completar o mandato de cinco anos.