Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

China ordena inspeção geral às empresas produtoras de vacinas

AFP / Getty Images

Ação anunciada é a resposta ao recente escândalo de vacinas defeituosas contra a raiva, fabricadas por um dos maiores laboratórios do país

A China ordenou uma inspeção geral às empresas que produzem vacinas, numa resposta ao recente escândalo de vacinas defeituosas contra a raiva fabricadas por um dos maiores laboratórios do país.

De acordo com a agência de notícias oficial chinesa Xinhua, várias equipas vão investigar minuciosamente todo o processo e toda a cadeia de produção de vacinas de todos os produtores chineses, na sequência de uma ordem emitida esta quarta-feira à noite pela Administração de Alimentos e Medicamentos da China (CFDA).

Estas equipas "vão inspecionar de alto a baixo todo o processo e a cadeia de produção de todos os fabricantes de vacinas", garantiu a CFDA, em comunicado.

Na semana passada, a CFDA acusou o laboratório farmacêutico Changchun Changsheng, um dos maiores produtores de vacinas do país, de falsificar registos de produção de cerca de 113 mil vacinas contra raiva, além de distribuir mais de 250 mil doses defeituosas contra a difteria, o tétano e a tosse convulsa.

De acordo com as autoridades, os dados de fabrico da vacina contra a raiva foram falsificados e os parâmetros de produção alterados. O escândalo suscitou uma reação imediata na China, onde numerosos pais manifestaram a sua preocupação através das redes sociais.

O Presidente chinês, Xi Jinping, repudiou de imediato as práticas "odiosas e chocantes" da empresa e exigiu uma investigação profunda do caso.

Na terça-feira, a polícia da cidade de Changchun (nordeste) deteve 15 pessoas, incluindo a diretora da empresa, com sede no nordeste da China.

As autoridades garantiram que as vacinas adulteradas não saíram das fábricas da Changchun Changsheng. Mas o caso põe em causa o regulador e aumenta a desconfiança nos consumidores, já abalados com vários escândalos alimentares e sanitários ocorridos nos últimos anos.