Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Mike Pompeo diz que avisou Rússia sobre interferência nas eleições

ANDREW CABALLERO-REYNOLDS/Getty

“Haverá consequências graves” para qualquer interferência nas eleições dos Estados Unidos ou no processo democrático do país, alertou o secretário de Estado norte-americano

O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, afirmou nesta quarta-feira que disse pessoalmente às autoridades russas que "haverá consequências graves" para qualquer interferência nas eleições dos Estados Unidos ou no processo democrático do país.

Mike Pompeo afirmou hoje aos membros do Comité de Relações Exteriores do Senado que deixou claro o aviso à Rússia em várias reuniões e conversações. Em causa está a alegada ingerência da Rússia nas eleições presidenciais de 2016 nos Estados Unidos, que Donald Trump venceu.

A informação do secretário de Estado surgiu depois de várias questões que os membros do comité efetuaram sobre o encontro que ocorreu entre Donald Trump, Presidente dos Estados Unidos, e Vladimir Putin, Presidente da Rússia, que ocorreu em Helsínquia, na Finlândia.

Tanto os republicanos como os democratas exigiram detalhes a Mike Pompeo sobre o encontro, com os membros do comité a salientarem que a Casa Branca apenas deu "informações vagas" sobre a cimeira.

O presidente do comité republicano, Bob Corker, abriu a audiência a afirmar que Mike Pompeo estava diante de senadores que têm "sérias dúvidas" sobre Trump e a sua política externa.