Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Brasil. Da polícia para o crime organizado: 404 armas mudaram de mãos nos últimos 11 anos

MAURO PIMENTEL

A unidade da Polícia Federal sediada no Rio de Janeiro foi a que viu desaparecer mais material: 80 armas e 483 projéteis, representando 20% das armas desviadas por todo o Brasil.

Nos últimos 11 anos desapareceram dos edifícios da polícia brasileira 404 armas e munições de vários calibres. O mesmo é dizer que, em média, a cada 365 dias, 37 armas que moravam nas mãos de polícias passaram para o crime organizado.

De acordo com “O Globo”, o jornal que teve acesso ao relatório pedido pelo deputado Alessandro Molon (PSB), a unidade Polícia Federal sediada no Rio de Janeiro foi a que viu desaparecer mais material: 80 armas e 483 projéteis, representando 20% das armas desviadas por todo o Brasil.

Em segundo lugar surge a Superintendência de São Paulo, com 38 armas e 948 munições desviadas.

O relatório agora conhecido foi assinado pelo delegado Fabrício Schommer Kerber, diretor da Administração e Logística da Polícia Federal.