Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Alemanha congratula-se com acordo Juncker-Trump que pode salvar milhões de empregos

NICHOLAS KAMM/Getty

“Muito bom para a economia mundial”, escreveu o ministro da Economia alemão, Peter Altmaier no Twitter

A Alemanha saudou o acordo alcançado nesta quarta-feira pelos presidentes da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, e dos EUA, Donald Trump, considerando-o um "sucesso" suscetível de evitar uma guerra comercial e salvar milhões de empregos. "Felicitações para @JunckerEU, @realDonaldTrump: o sucesso alcançado pode evitar uma guerra comercial & salvar milhões de empregos! Muito bom para a economia mundial!", escreveu o ministro da Economia alemão, Peter Altmaier, na rede social Twitter.

Juncker e Trump anunciaram hoje um acordo, anulando um conflito comercial entre Washington e Bruxelas que já tinha motivado taxas alfandegárias punitivas mútuas. Os EUA e a UE chegaram a um "acordo", indicou Juncker, enquanto Trump adiantou que as duas partes queriam avançar para "zero taxas alfandegárias" nas suas trocas industriais, exceção feita ao setor automóvel.

A UE vai aumentar "imediatamente" as suas importações de soja provenientes dos EUA, congratulou-se Trump, que prometeu rever a questão das taxas alfandegárias que os EUA estão a aplicar ao aço e alumínio europeus. Ainda segundo Trump, que anunciou a criação "imediata" de um grupo de trabalho, as relações entre Washington e Bruxelas entraram numa "nova fase".