Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

EUA querem observadores na principal base de lançamento de mísseis da Coreia do Norte

Handout

Os Estados Unidos da América já endereçaram até um pedido ao Governo norte-coreano nesse sentido. A resposta ainda não chegou

Os Estados Unidos da América (EUA) pediram esta terça-feira ao Governo do líder norte-coreano, Kim Jong-Un, que autorize a presença de observadores durante o processo de desmantelamento da base de mísseis de Sohae (noroeste do país).

O Presidente dos EUA, Donald Trump, já se mostrou satisfeito com o desmantelamento do principal local de lançamento de satélites da Coreia do Norte, utilizado para testar os mísseis balísticos intercontinentais.

Washington vem agora a pedir que o líder norte-coreano permita a presença de observadores no processo de desmantelamento. "Temos pressionado para que haja observadores no terreno assim que essas instalações de motores (mísseis) forem desmontadas", disse hoje o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, durante uma entrevista em Palo Alto, Califórnia, citado pela agência de notícias espanhola EFE.

Novas imagens mostram que a Coreia do Norte iniciou hoje o processo de desmantelamento deste grande local de lançamento de mísseis, afirmou anteriormente Donald Trump. As instalações em causa estão localizadas em Sohae, com Trump a explicar que este é um sinal que o "fantástico encontro" que decorreu o mês passado em Singapura "parece estar a correr muito bem" e a dar resultados.